top of page

Viagens 

Serra da Mantiqueira paulista e Sul de Minas Gerais ganham o maior festival gastronômico do país

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(Foto: Divulgação)

A Sabores da Montanha, associação de empresários do setor gastronômico da Serra da Mantiquera, realizará entre os dias 2 de junho e 30 de julho de 2023 o 1º Festival Gastronômico Sabores da Montanha. Será o primeiro festival regional a reunir as cidades da Serra da Mantiqueira paulista e mineira, já nascendo como o maior do segmento gastronômico do Brasil, com dois meses de duração.  A entidade também é uma ferramenta de divulgação da gastronomia regional.

O Festival reunirá os principais restaurantes, gastrobares, pizzarias, lanchonetes, hamburguerias, cafeterias, bistrôs, sorveterias, padarias, docerias, cervejarias, produtores artesanais e similares da região da montanha.

No estado de São Paulo, as cidades envolvidas são Campos do Jordão, Cunha, Santo Antônio do Pinhal, São Bento do Sapucaí e São Francisco Xavier. No lado de Minas Gerais, participarão Andradas, Bueno Brandão, Cambuí, Caxambu, Córrego do Bom Jesus, Extrema, Gonçalves, Itajubá, Monte Verde, Pouso Alegre, Poços de Caldas, São Lourenço e São Thomé das Letras.

Diferentemente dos festivais já existentes na região da Mantiqueira, que são realizados individualmente em algumas das cidades na baixa temporada com o objetivo de atrair turistas e vender pratos, o 1º Festival Gastronômico Sabores da Montanha tem o único objetivo de divulgar a gastronomia da região nas mídias locais, regionais e nacionais.

 

Temporada de inverno

A temporada de inverno foi escolhida pois nesta época a região recebe, em média, 3,5 milhões de turistas, de acordo com as prefeituras, oriundos de diversas regiões do Brasil e de outros países, grande parte com alto poder aquisitivo.

Com isso, o evento se tornará uma grande vitrine para que o trade gastronômico e as marcas possam divulgar seus produtos ou serviços, pois ocorrerá em uma época de grande visibilidade da mídia nacional, que foca suas pautas nesta importante região, cercada por muita natureza exuberante, que é o maior atrativo dos turistas.  

Além disso, durante a temporada, os estabelecimentos comerciais serão divulgados nas mídias locais, regionais e nacionais. É justamente nesta época que os veículos de comunicação dão mais atenção para a região e, com isso, o Festival terá uma grande divulgação, diferentemente dos eventos realizados em baixa temporada, período em que as mídias não dão muita importância.

 

 

Participação dos restaurantes

 

Para participar os estabelecimentos deverão criar um prato exclusivo para o Festival. Ou aproveitar algum já existente no cardápio e divulgá-lo no evento. As cervejarias, cafeterias e docerias também poderão criar produtos específicos.

Os pratos ou criações deverão ter um valor acessível a moradores e turistas. Os valores serão fixados pelos próprios restaurantes. Na prática, nada muda no dia a dia de um restaurante. O Festival pensou em aproveitar a estrutura própria dos estabelecimentos para a realização do evento, com todos os cuidados necessários.

E alguns estabelecimentos já capricharam nas criações. Em São Francisco Xavier, distrito de São José dos Campos (SP), o João de Barro Restaurante preparou um Risoto de Arroz Preto com funghi, que leva queijo de cabra, cogumelos frescos, parmesão tipo grana e azeite de trufas brancas. Segundo o proprietário, Mauro Orlando, a receita é preparada com insumos da própria região da Mantiqueira, como o queijo, que é produzido no próprio distrito; os cogumelos, provenientes de Santo Antônio do Pinhal (SP), e o parmesão, da cidade de Cachoeira de Minas (MG).

Também de São Francisco Xavier sairá uma criação autoral especialmente para o festival, preparada pelo Quintal da Prosa Pousada e Café. A iguaria foi desenvolvida pelo Chef Gustavo Ceruks e pela barista Sandra Ceruks. É o Kafija un Maize, que em leto significa café e pão. É um Tostex feito em pão de ervas frescas da própria horta, queijo meia cura de São Francisco Xavier, maçaricado, com tiras de "prosciutto crudo" e finalizado com mel local e lâminas de amêndoas tostadas. O Kafija um Maize é servido com uma xícara de café especial e foi pensado para homenagear o patriarca da família.

O Gin Butterfly também criou um drinque que certamente fará sucesso no festival. O Gin London Dry é produzido com zimbro, semente de coentro, raiz de angélica, cardamomo, noz moscada, pimenta rosa, pimenta jamaica, folha de amora, capim limão e casca de limão cravo. A bebida ainda é finalizada por infusão das delicadas pétalas da flor Clitorea ternatea, do próprio jardim da destilaria, localizada em São Francisco Xavier. O gin é comercializado nos principais restaurantes e empórios de São Francisco Xavier, Gonçalves (MG), Sao Bento do Sapucaí (SP), Santo Antonio do Pinhal (SP), Campos do Jordão (SP), São José dos Campos (SP) e Ubatuba (SP).

 

Inscrições

 

A data limite para adesão dos estabelecimentos ao Festival é 28 de fevereiro de 2023. Portanto, para o estabelecimento não ficar de fora do material de divulgação, deverá manifestar interesse até esta data. Após 28 de abril, terá início a confecção de todo o material necessário (impresso, produção de chamadas para TV e spots de rádios) para a divulgação do Festival.

Como citado anteriormente, será o primeiro Festival do gênero que reunirá as cidades da Serra da Mantiquera Paulita e Mineira, por um longo período de exposição. Essa ação inédita visa também reforçar a regionalização do Turismo e consolidar a Mantiqueira como um novo polo gastronômico. Para participar, entre em contato exclusivamente pelo Instagram @saboresdamontanha_br

 

SERVIÇO:

Data 2 de junho de 2023 a 30 de julho de 2023

Informações: (11) 9-5435-3665 | @saboresdamontanha_br

 

 

Montanhas_da_Serra_da_mantiqueira.jpg

Notas anteriores:

bottom of page