top of page
  • Redação

A Indomada estreia dia 30 de julho


(Foto: Divulgação VIVA)

Há 21 anos, o telespectador se encantava pelos habitantes de Greenville, a pequena - e fictícia - cidade do litoral do Nordeste, onde os costumes britânicos e nordestinos se misturavam, graças a ocupação pelos ingleses no século XIX. A partir de 30 de julho, às 23h30 e com reapresentação no dia seguinte, às 13h30, “A Indomada”, história de Aguinaldo Silva e Ricardo Linhares, com direção de Paulo Ubiratan, chega ao VIVA para apresentar este pedacinho de Brasil muito bem-humorado e recheado de realismo fantástico.

Em "A Indomada", os autores abusam de momentos e acontecimentos marcados pelo realismo fantástico, como um túnel mágico que liga Greenville diretamente ao Japão, onde caiu o delegado Motinha (José de Abreu). Outro personagem "vítima" da fantasia de Aguinaldo Silva é o carismático Emanoel (Selton Mello), um jovem excepcional, filho de Teobaldo. Alheio ao que acontece no mundo, o rapaz sofre crises repentinas e se apaixona pela também doce e meiga Grampola (Karla Muga), uma moça foragida da Casa de Zenilda. Há também o Cadeirudo, sujeito de andar peculiar que costuma assombrar o mulherio de Greenville. Exceto Scarlet (Luiza Tomé), esposa do prefeito Ypiranga (Paulo Betti), que, em noites de lua cheia, uiva como uma loba à espera de seu cordeirinho. Os dois são pais de Carolaine (Nívea Stelmann), que vive um romance em clima de Romeu e Julieta com Felipe (Matheus Rocha), herdeiro da juíza Mirandinha (Betty Faria), desafeto do prefeito.

Estreia: 30 de julho Horário principal: de segunda a sábado, às 23h30 Horário alternativo: de segunda a sábado, às 13h30 Maratona aos domingos, a partir das 19h

bottom of page