• Bianca

Flávio Bauraqui vive o sambista Cartola em musical que tem projetos de ir ao exterior


(Foto: Divulgação)

Cartola é um dos grandes nomes da música popular brasileira. Mesmo os que pouco conhecem sobre o sambista, provavelmente já ouviram alguns versos de “As Rosas Não Falam”, clássico do samba. Agora, sua figura será homenageada em “Musical Cartola – O Mundo é Um Moinho”, que estreiou no dia 10 de Setembro, no Teatro Sérgio Cardoso, em São Paulo. Em cena, o ator Flávio Bauraqui viverá o personagem título.


O enredo conta a trajetória de um dos maiores nomes do samba: Cartola nasceu no bairro do Catete, no Rio de Janeiro; aos 11 anos passou a viver no morro da Mangueira, de onde não mais se afastaria. Desde menino participou das festas de rua, tocando cavaquinho.


Anos mais tarde, trabalhou como pedreiro, época em que ganhou seu apelido, pois usava sempre um chapéu, chamado por ele de cartola, para impedir que o cimento sujasse sua cabeça. Em 1925, com seu amigo Carlos Cachaça, foi um dos fundadores do Bloco dos Arengueiros. Da ampliação desse bloco surgiu, em 1928, a Estação Primeira de Mangueira.


Com uma trajetória que em certos poucos pontos se assemelha com a do próprio Cartola, Bauraqui integra um elenco que contou com mais de três mil inscritos e 400 audições até chegar a um grupo de 18 seletos atores para a encenação. Entre os nomes que compõem o elenco está também a atriz Virginia Rosa, que dará vida a outra figura “‘quase mítica” do samba – Dona Zica, última esposa de Cartola.


(Foto: Divulgação)


Também fazem parte do espetáculo Adriana Lessa, Ivan de Almeida, Hugo Germano e Rodrigo Fernando, rosto bem lembrado pelo público por sua pela sua atuação em 2015 na atração vespertina “Malhação”, exibida pela Rede Globo, além de ter participado do espetáculo “Tudo ao Avesso”, do produzido pelo CEFTEM com direção de João Fonseca. Outra figura conhecida, talvez mais pelo público GLS, que também faz parte do elenco é Silvio Cássio Bernardo, lembrado mais facilmente pelo nome artístico “Silvetty Montilla”, personagem da noite LGBT de São Paulo.


Com ideia original de Jô Santana, o espetáculo tem apoio do Centro Cultural Cartola, coordenado pela neta do compositor Nilcemar Nogueira. A dramaturgia ficou nas mãos de Artur Xexéo, enquanto o texto e roteiro são assinados por Ricardo Gamba. A direção artística é de Roberto Lage e Rildo Hora está à frente da direção musical.


Além do elenco, a cada semana um artista do mundo do samba fará uma participação especial dentro do espetáculo. A primeira anunciada é Roberta Sá, cantora que brilhou recentemente na abertura dos Jogos Olímpicos na pela de Carmem Miranda, uma das grandes influências da artista. Outros nomes cotados para se apresentarem são Alcione, Martinho da Vila, Arlindo Cruz que compôs um samba exclusivo para o espetáculo. Com produção da Fato Marketing, o musical fica em cartaz até o dia 31 de outubro.

Serviço:

Data: 10 de Setembro à 31 de Outubro de 2016

Local: Teatro Sérgio Cardoso

Endereço: Rua Rui Barbosa, 153

Horários: Sextas e segundas às 20h, sábados às 21h e domingos às 18h

Valores: R$ 120,00 com opção de meia entrada

Ingressos: Ingressorapido.com| 4003-1212 | Bilheteria do Teatro

Funcionamento da Bilheteria: Atendimento de terça a domingo, a partir das 14h

Informações: (11) 3288-0136