top of page
  • Redação

Scalene e BK lançam a parceria “Desarma” antes de show no Lollapalooza Brasil


(Foto: Divulgação)


Não é preciso muito tempo e nem muita dedicação para encontrar dados e reportagens sobre como as armas têm afetado a sociedade contemporânea. As chamadas que abrem este texto são apenas algumas das notícias relacionadas ao assunto desde o começo de 2019. Tema urgente, também se tornou o fio condutor do single “Desarma”, parceria entre a banda Scalene e o rapper BK, que acaba de chegar aos aplicativos de música e também em formato lyric vídeo . O lançamento é pelo slap, selo da Som Livre, nesta sexta-feira, 29 de março.


“Eu tentava entender minimamente as ideias de quem era pró a facilitação da posse de arma”, conta Gustavo Bertoni, vocalista do Scalene. “Esse assunto estava na minha cabeça mais no sentido do comportamento humano mesmo. Causas e consequências do medo”, completa. Ambos escalados para tocar no Lollapalooza Brasil, a banda de rock conta com a participação do rapper em seu show no festival, marcado para o dia 5 de abril. Ali, eles tocarão a faixa juntos – ao vivo – pela primeira vez.


Como a ideia era soltar o registro antes do Lollapalooza, houve pouco tempo para pensar no desenvolvimento do som. O encontro entre o grupo brasiliense e o rapper carioca se deu no estúdio Casa do Mato, no Rio de Janeiro, onde chegaram com o tema definido e a parte instrumental gravada. Ali, Tomás e Gustavo Bertoni se propuseram a compor o refrão, enquanto BK se encarregou de escrever o próximo trecho para, em seguida, registrarem as vozes. “A gravação acabou rolando mais rápido do que imaginávamos, em poucos takes já estava pronta”, lembra Tomás.


A collab mantém as características dos artistas envolvidos em sua produção, como os versos afiados de BK e a sonoridade intensa do Scalene. “Não queríamos que a música ficasse num lugar comum de rock com rap e acho que conseguimos. Os versos estão com um instrumental que poderia ser dos dois estilos e o refrão ficou bem mesclado também, uma melodia diferente do que talvez fizéssemos em uma música só do Scalene, mas que ainda tem a nossa cara”, conclui Tomás.


A produção de “Desarma” é de Diego Marx e Saudade, enquanto a mixagem e a masterização ficou aos cuidados de João Milliet.


Ouça aqui


Assista:


bottom of page