• Bianca

Laila Garin faz tributo a Elis Regina em única apresentação no Teatro Porto Seguro


(Foto: Marcia Moreira / Divulgação)

O show Laila Garin e A Roda Cantam Elis é uma celebração ao aniversário de Elis Regina, que faria 72 anos, dia 17 de março. Laila Garin apresenta-se acompanhada pelo trio A Roda, formado por Marcelo Müller (baixo), Rico Viana (guitarra e violão) e Rick De La Torre (bateria). O quarteto executa canções que se tornaram sucesso na voz de Elis Regina, num revival em homenagem à grande intérprete. No repertório, clássicos como Fascinação, Reza, Upa Neguinho, Dois pra lá, Dois pra cá, Arrastão, Como Nossos Pais e As Curvas da Estrada de Santos.


Laila Garin tem familiaridade com a obra de Elis Regina. No espetáculo Elis, A Musical, de Nelson Motta e Patrícia Andrade, com direção de Dennis Carvalho, que estreou em 2014, sua atuação arrebatou os principais prêmios como Shell, Cesgranrio, Bibi Ferreira, APTC, Reverência, entre outros, e projetou a atriz para o grande público. Diferente do espetáculo onde interpretava Elis, neste show, Laila empresta sua personalidade e revisita sua obra.


“É uma outra etapa do meu encontro com o repertório e a interpretação desta artista extraordinária. O primeiro foi na infância, o descobrimento e depois em Elis, A Musical, que foi uma experiência emocionante e trouxe reconhecimento intenso e delicado do meu trabalho. Elis foi uma pesquisadora, caçadora de canções sem igual. Seu repertório só tem pérolas e são músicas que tem um significado muito forte. Revisitando essas músicas atualizamos o sentido de cada canção e isto nos faz pensar na nossa história. Elis é uma parte de todos nós brasileiros. São músicas que arrepiam, emocionam e trazem um sentido ou uma transformação. É um show para sair de alma lavada, feliz, mais amoroso, mais vibrante com a vida. Esperamos provocar o que sentimos quando tocamos”, explica a cantora.



Natural de Salvador, filha de uma brasileira e um de francês, Laila Garin começou a estudar canto aos 13 anos em paralelo com o teatro e transita por várias vertentes. Formada pela Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia, inclui em sua formação estudos de canto lírico e de Mímica Corporal Dramática (com o ator francês Etienne Decroux). Em São Paulo, trabalhou por 10 anos com o diretor Cacá Carvalho e sua Casa Laboratório, onde era responsável também pelo treinamento vocal dos atores.


Na TV Globo, esteve no ar na novela Babilônia de Gilberto Braga, Ricardo Linhares e João Ximenes, em 2014. E, recentemente, na novela Rock Story interpretou uma cantora também chamada Laila.


Em abril, volta aos palcos de São Paulo interpretando a Joana, na montagem do musical Gota d'Água [a seco], versão do clássico de Chico Buarque e Paulo Pontes, com direção de Rafael Gomes. A peça faz curta temporada de 7 de abril a 7 de maio, no Teatro Porto Seguro. Por sua atuação nesse espetáculo, Laila já recebeu os prêmios Cesgranrio, Arte Qualidade Brasil e Prêmio Cast.


Laila trabalha ainda na finalização de seu primeiro CD, que tem como base o show Rabisco apresentado desde 2015. O álbum tem previsão de lançamento para maio e traz algumas faixas produzidas por Nelson Motta.

Serviço:

Data: 14 de março - terça-feira,

Horário: às 21h.

Ingressos: R$ 100,00 plateia / R$ 80,00 frisas / R$ 50,00 balcão.

Classificação: Livre.

Duração: 60 minutos.

Gênero: MPB.

Local: Teatro porto seguro

Endereço: Al. Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos

Telefone: (11) 3226.7300.

Bilheteria: Terça a sábado, das 13h às 21h e domingos, das 12h às 19h.

Estacionamento no local: Estapar R$ 20,00 (self parking) - Clientes Porto Seguro têm 50% de desconto.

Bicicletário – grátis.

Vendas: www.ingressorapido.com.br

Site: http://www.teatroportoseguro.com.br